Desta vez é que vai ser (ou calo-me para sempre)


Resoluções fit

Ir ao ginásio é, definitivamente, um deles. E isto traduzido por outras palavras quer dizer não ir apenas uma vez por mês.


É desta. Tem de ser. Vai ser. Sabem aquela parte dos filmes em que temos o diabinho e o anjinho a falar cada um para o seu lado? Passei o ano anterior estagnada nessa cena do filme. O diabinho dizia "Esse chocolate tem tão bom aspeto, come, vais sentir-te melhor do que nunca" — ora, não era propriamente mentira nenhuma. O anjo, por sua vez, gritava "Nãoooo, por favor, nem foste ao ginásio". Pois, estava perante uma dupla verdade, verdadeiramente assustadora.


Chegou o momento de fazer um reset e começar de novo. Ah, e desta vez quem fala e decide sou eu, não há cá ilusões mirabolantes. Sim amigos, eu sei que foram criadas por mim para defender a minha falta de resistência perante um chocolate. Que tristeza.


Viciada em chocolate

Ok, então vamos lá ver quais são os meus objetivos para este ano (m-e-d-o).


Pão sai, sai da minha vida, não, não te quero ver

Sim, podia ser a letra de uma música, mas ainda não aconteceu. Os meus pais são alentejanos e por lá come-se pão com quase tudo. Por mero acaso, não gosto de migas nem de açordas. Contudo e, infelizmente, não resisto a passar o pão no azeite, por exemplo. No mês de janeiro, comecei a comprar pão de centeio que é muito mais saudável e sabe super bem. Fica aqui a sugestão.


Preciso de um génio da lâmpada que me diga o que comer ao pequeno-almoço

Sempre fui tão básica nesta área: torradinhas, leite com café e estava feito. Não tem mal nenhum, o problema era quando chegava ao ginásio e ficava logo maldisposta. Mas, mais do que isso, quando o objetivo é tonificar, como no meu caso, uma refeição destas torna-se fraca. Ultimamente, tenho tentado variar com panquecas e batidos, mas ainda tenho imensa dificuldade em diversificar. Quero mesmo comprar alguns livros de receitas para me ajudarem, aliás, podem ver a minha wishlist aqui.


Querido despertador, obriga-me a comer de três em três horas

Eu sei, o trabalho e a escola por vezes não nos permitem concretizar esta ideia, mas temos de ser muito mais fortes que isso. Solução: no início da semana apontem na vossa agenda snacks para cada dia ou criem uma tabela no word, vão ver que vai resultar. O problema às vezes é mesmo o ficar imenso tempo sem comer e depois quando vemos comida à frente parece que estamos perante o Brad Pitt.


Eu vou, eu vou, eu vou ao ginásio, eu vou

Vou sim. Mas é que vou mesmo. Chega de pagar mensalidades e meter lá os pés 5 vezes por mês! É vergonhoso. Primeiro, era porque estava no último ano da faculdade e os prazos eram tão apertados que caía logo na cama mal chegava a casa. Depois, foi porque comecei a estagiar e estava, simultaneamente, em época de exames. E após isso tudo, o motivo era ter perdido a rotina e a vontade de ir. Mas esta saga acabou, definir bem os nossos objetivos e metas é essencial.


E podia continuar a escrever e a escrever, mas é melhor não ter mais olhos do que barriga.


Também vais querer ler isto