Uma família feliz (e muito, muito fofinha)


Apresento-vos a Luni, a Lia e a Tequila — a família mais unida e bonita que conheço. Mãe e filhas, estes são os melhores leitores que conheço.



Depois das apresentações, deixem-me dizer-vos que amo esta três labradoras de coração. São do meu namorado, mas são um bocadinho minhas também. A Lia, a labradora chocolate e mãe destas meninas, tem três anos e recebia no dia em que ela chegou a casa do Francisco com um mês. Estas duas princesas pequeninas têm cinco meses e conhecias no primeiro dia de vida delas, em que ainda nem abriam os olhinhos.


Digam lá que não são a família mais bonita que já viram?

São duas piolhas elétricas e que mal me vêem tentam morder-me os pés, as mãos e arrancar-me os braços. Mas depois também dão muitas lambidelas e carinho.

Esta é a Luni. É a maior terrorista que já conheci. Aliás, com ela é loucura todo o dia, mas depois é um doce. Esta pequenina foi amor à primeira vista (já vão perceber numa foto mais abaixo).

E esta é a Tequila. É muito mais calma que a irmã, mas adora brincar. Se passarem por ela, o mais certo é terem de fazer-lhe umas festas na barriga porque ela manda-se, literalmente, para o chão.

E aqui está a mãe protetora e babada. Tem três anos mas continua maluca como sempre foi e agora tem mais do que companhia para isso. Anda sempre com as filhotas, mas às vezes já suspira porque só quer um minuto de paz.


E esta menina é tão protetora que até trabalha para sustentar as filhas. Podem ver os anúncios da Delta e da Renault em que a Lia participou.

Sim, era esta a fotografia de que estava a falar. Esta é a Luni com apenas algumas horas de vida. Pareciam uns ratinhos, mas muito fofinhos.

Esta fotografia foi de um passeio com a minha lilicas. É tão ternurenta, são beijinhos a toda a hora.

E como estas meninas nunca se largam, até a dormir ficam enroscadinhas umas nas outras. E são umas belas almofadas.


O que acham de um vídeo com estas três piolhas para breve?

Também vais querer ler isto