Na próxima estação há mochilas para todos os gostos


Para o trabalho, para a escola ou para a faculdade, para um passeio de fim de semana ou porque fica bem com o look do dia — as mochilas regressaram e, desta vez, foi para ficar.



Não, as mochilas não são só para os miúdos. Se há uns anos era essa a ideia, embora incorreta, agora é completamente o oposto. Seja uma criança ou uma pessoa de 20, 30, 40, 50 ou 60 anos, já vi pelo menos uma de mochila. E sabem que mais? Assenta que nem uma luva. Afinal, é prático e pode ser a peça chave que falta a muitos looks.


No meu caso, por exemplo, são várias as vezes que levo mochila para o trabalho. E atenção: isto aplica-se tanto a homens como mulheres.


Para quem ainda não se rendeu ao regresso das mochilas porque simplesmente não sabe o que escolher, decidi dar sugestões para três tipos de pessoas. Vejam abaixo cada um.


para quem gosta de jogar pelo seguro

Têm receio de começar a usar? Tal como em tudo, os básicos não enganam. Pode começar pelos tons mais comuns como o preto ou o castanho, que qualquer loja mais conhecida tem, ou começar a usá-las discretamente mas em tons a que estão menos habituados. A mochila verde, que é da Bershka, por ser mais escura é uma boa solução para começar e sentirem confiantes. Depois, podem passar para os tons pastel que embora tenham cores menos tradicionais, não deixam de ser discretos. A mochila azul, também da Bershka, ou a mochila rosa bebé, que é da Stradivarius, são duas opções possíveis.


Seja com um vestido em tom neutro ou com apenas uns jeans e uma t-shirt branca, pode funcionar mesmo muito bem. Sim, isto quer dizer que, dependendo da cor e do formato da mochila, podem adaptá-las a conjuntos desportivos ou menos formais.


Para quem quer sair da zona de conforto

Ok, já percebi. São aquele grupo de pessoas que já passou a fase dos básicos mas que também ainda não está preparado para passar aos bordados e aplicações, certo? Não desesperem, há imensas opções. As mochilas em veludo, por exemplo, são uma das tendências que vão encontrar em várias lojas. Devido à textura, pode dar um toque muito interessante em vários conjuntos. Na Stradivarius, há um modelo simples disponíveis em cinza, preto, amarelo mostarda e até cor de rosa. Por um lado, se não conseguem dizer adeus ao tom preto, vejam a mochila preta da Bershka, que também é em veludo.


Para quem não é fã das anteriores, as mochilas acolchoadas podem ser uma boa solução. Este modelo da Pull&Bear em rosa bebé é uma delas.


Para quem quer dar vida aos looks mais básicos

Estas sugestões são para quem já passou as duas fases anteriores e já se sente completamente à vontade para usar e abusar deste acessório. Podem começar, por exemplo, por mochilas com aplicações, como o modelo acima da Zara.


Mas atenção: uma mochila bordada é uma peça essencial neste outono/inverno. Porquê? Porque é aquilo que precisamos para dar vida aos looks mais aborrecidos e nos dias em que falta inspiração e a preguiça impera. Ainda assim, se querem o preto como tom base, têm uma opção em veludo da Zara e outra mais discreta da Stradivarius. Se, pelo contrário, querem fugir a estes tons, há duas opções que adoro na Zara: uma em verde escuro e outra num tom pastel, em rosa.


Em que fase estão e quais foram as vossas mochilas favoritas?

Também vais querer ler isto

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2017 by A Miúda Tem Lata​